Portal da Dislexia – Resumo e Estatísticas 2014

Arquivado em Portal da Dislexia | 1

 

O Porta da Dislexia é, provavelmente, o site na área da Dislexia mais completo e visitado a nível nacional. Ocupa a primeira posição das pesquisas do Google Português. O Portal da Dislexia já existe há mais de 14 anos (iniciou a sua presença online em 2000), mas o ano de 2014 foi particularmente marcante a vários níveis:

  1. Houve um aumento significativo do número de visitas e visitantes relativamente a 2013 (ver as estatísticas mais abaixo);
  2. Foi renovada a imagem com um novo tema ajustado aos novos padrões web, ajustando-se automaticamente a todos os dispositivos (computador, tablet e smartphone);
  3. Foi criado um Blog onde são publicados regularmente posts nas diversas áreas relacionadas com a Dislexia, Perturbações Neurodesenvolvimentais e Dificuldades de Aprendizagem.
  4. Foram publicados vários estudos científicos do autor do Portal da Dislexia (Octávio Moura) em importantes revistas internacionais na área da Dislexia (revistas: Dyslexia, Applied Neuropsychology: Child e The Clinical Neuropsychologist) sobre o perfil cognitivo das crianças disléxicas portuguesas, o papel do processamento fonológico, da memória de trabalho e das funções executivas no diagnóstico da Dislexia de Desenvolvimento.

 

Estatísticas Totais de 2014

O Portal da Dislexia teve um crescimento em 2014 nos diversos indicadores estatísticos. Vejamos alguns números que espelham este crescimento:

Número total de visualizações de páginas = 162.561

Número total de visitantes = 47.477

Média mensal de visitantes = 4.000

Páginas com maior número de visitas em 2014

1º – Página Inicial = 51.847

2º – Critérios de Diagnóstico = 16.093

3º – Definição = 11.048

 

grafico-estatisticas-2014

Esperamos que em 2015 o Portal da Dislexia continue a crescer em número de visitas e na participação activa dos seus utilizadores regulares.
A todos o meu MUITO OBRIGADO!!

 

One Response

  1. Filipa Assunção
    | Responder

    Parabéns pelas excelentes informações que este portal possui e pelo crescimento verificado em 2014.

Comentários