Príncipe da Suécia revela que tem Dislexia

Arquivado em Dislexia | 0

 

carlos-filipeCarlos Filipe (Carl Philip Edmund Bertil Bernadotte), príncipe da Suécia (terceiro na linha de sucessão, filho do Rei Carlos XVI Gustavo da Suécia e da Rainha Sílvia da Suécia) e Duque de Värmland revelou recentemente que, tal como o seu pai e irmã (princesa Vitória e herdeira ao trono, Duquesa de Västergötland), apresenta uma Perturbação da Aprendizagem Específica, nomeadamente uma Dislexia. Numa recente conferência em Estocolmo sobre a Dislexia, o príncipe Carlos Filipe anunciou a todos os presentes que padece desta perturbação neurodesenvolvimental que afeta a aprendizagem da leitura e escrita.

 

Para não esconder mais a sua dificuldade, aceitou presidir a esta conferência. O príncipe partilhou as suas experiências com os convidados, tendo admitido que a partir de agora quer incluir os vários aspetos relacionados com a Dislexia na sua agenda oficial. Este é mais dos “disléxicos famosos“, recorde-se que a Dislexia apresenta uma prevalência de aproximadamente 5% a 10% das crianças em idade escolar. Foi desta forma que Carlos Filipe anunciou as suas dificuldades na aprendizagem inicial da leitura/escrita associadas à Dislexia:

 

“Tomei a coragem necessária para falar em público e contar como sofri com a minha Dislexia. (…) Custa-me muito estar aqui a falar sobre o meu problema, mas um dia teria de o fazer.”

 

Comentários